O que é Marketing Digital?

Somos a sua agência de marketing digital. Aumente as vendas online e alcance os seus objetivos de negócio.

O que é Marketing Digital?

O Marketing Digital é o termo que define um conjunto de ações que as empresas podem executar a fim de promover a sua marca através dos canais online e, assim, aumentar as vendas dos seus produtos e serviços e dando visibilidade à sua marca.

Mas como fazer corretamente marketing digital? Quais são os desafios que uma marca deve enfrentar quando decide ocupar os espaços virtuais? Respondemos e simplificamos o que parece complexo: o que é Marketing Digital, quais as vantagens, como elaborar uma estratégia e quais a ferramentas mais usadas.

Índice da página

Quais são as vantagens do Marketing Digital?
Como elaborar uma estratégia de Marketing Digital?
Quais são as áreas do marketing digital?
Que ferramentas de Marketing Digital usar?
Outros links de interesse

 

Quais são as vantagens do Marketing Digital?

São várias as vantagens de marketing digital. Eis as cinco principais:

  1. Análise de Dados
  2. Gerar visibilidade de marca
  3. Conquistar clientes
  4. Melhor custo-benefício
  5. Segmentação de públicos

1. Análise de Dados

A análise de dados pode ser resumida na seguinte frase: transformar números em informação.

Ou seja, utilizar todos os dados obtidos de forma estratégica para impulsionar o crescimento da sua empresa. No marketing digital esta prática é mais fácil de ser executada do que na publicidade offline (tradicional).

Pode recolher informações no seu site, nas redes sociais, em uma campanha de email e noutras ferramentas de marketing digital. Basicamente, desde que obtenha a permissão de quem o visita, é possível rastrear o comportamento dos seus potenciais clientes, permitindo saber, as suas preferências, os seus comportamentos e como realizam a sua jornada de compra.

2. Gerar visibilidade de marca

Através de uma estratégia de conteúdo nas redes sociais, seja ela orgânica ou paga, pode interagir com os seus públicos,  o que lhe permite manter aumentar a visibilidade da sua marca, mas ao mesmo tempo estabelecer uma relação com os seus futuros e atuais clientes.

Sem falar que, através de estratégias de afiliados e de parcerias com influenciadores, pode aumentar o buzz positivo, o que a projeta ainda mais para os seus públicos de interesse e até para os grandes media.

3. Conquistar clientes com marketing digital

Uma marca que decida investir numa estratégia de marketing digital está um passo à frente das demais, uma vez que consegue impactar um público maior e de forma mais eficiente.

Por exemplo: Ao estruturar uma campanha (através de Google Ads ou Facebook Ads), pode segmentar os seus públicos de interesse; Pode ter múltiplas campanhas a correr ao mesmo tempo; Pode personalizar cada campanha para uma dada audiência. Pode acompanhar e otimizar as suas campanhas em tempo real.

São muitas as estratégias de marketing digital que pode pôr em prática para conquistar novos públicos e a grande vantagem é que, através das KPIs, poderá mensurar a sua eficiência e modificá-los quando for conveniente para a sua empresa.

Recorrer à publicidade online é um modo eficaz e mais barato de chegar até ao seu público-alvo. Mas não é o único.

Estratégias de SEO, Email Marketing e inbound marketing, complementam a publicidade online e são fundamentais obter mais clientes e aumentar vendas.

4. Melhor custo-benefício

Os preços dos anúncios nos canais de televisão, nas rádios ou em outros meios tradicionais frequentemente atingem valores muito mais altos do que a publicidade online. De facto, nas campanhas Google Ads do tipo pesquisa e display, por exemplo, as empresas pagam apenas alguns cêntimos por cada cliente que clica no anúncio.

Nos últimos anos pelo o facto de haver um aumento de empresas a anunciar, gera mais concorrência e pode aumentar os preços das campanhas.

5. Segmentação de públicos

As segmentações podem ser definidas, segundo as características e os comportamentos dos públicos delimitados. Por exemplo, ao elaborar a sua campanha pode definir a faixa etária, o sexo, o status de relacionamento, a localização, os interesses e muito mais outros traços que diferenciam os seus públicos. Jamais poderá conhecê-los por nome, foto ou mesmo aceder ao seu perfil, a menos que interajam com as publicações.

A grande vantagem da segmentação na publicidade online é poder responder com maior exatidão às dúvidas e às necessidades de cada um dos seus públicos. Desta forma aumenta a margem de segurança do investimento, pelo que tem mais hipóteses de conversão.

Como elaborar uma estratégia de Marketing Digital?

Para elaborar uma estratégia de marketing digital à medida do seu negócio, a mesma deverá adequar-se aos objetivos e às necessidades da sua organização. Uma solução digital que funcione para uma marca não irá resultar de forma igual para outras marcas.

Quer aumentar as vendas ou melhorar a reputação? Pretende estabelecer parcerias com outras empresas ou com influenciadores que tornarão o seu produto mais popular entre os clientes finais? Gostaria de interagir com o seu cliente através das redes sociais ou apenas apresentar-lhe o seu produto?

4 fases de uma estratégia digital

  1. Definir em quais meios tem de estar
  2. Definir um plano de ação
  3. Estabelecer prazos
  4. Avaliar os resultados

Ao criarmos e implementarmos estratégias online, levamos em conta as especificidades de cada cliente para criar um plano de marketing digital personalizado.

Tópicos de uma estratégia digital

  1. Auditoria do atual ecossistema digital da marca;
  2. Benchmark e definição de concorrência;
  3. Os seus objetivos e metas;
  4. Definição de público-alvo;
  5. Elaboração do plano de marketing digital;
  6. Definir requisitos para cumprir a estratégia;
  7. Estabelecer prazo de implementação;
  8. Definição das ações a implementar;
  9. Realizar um calendário com metas;

Ao compreendermos os objetivos a alcançar, podemos definir as ações a implementar, bem como estabelecer prazos para a execução de cada uma delas.

Quais são os tipos ou as áreas do marketing digital?

De uma forma geral, em baixo estão listadas as 7 principais áreas do marketing digital, ou melhor, os tipos de marketing digital que existem.

  • Search Engine Optimization (SEO) – otimização para motores de busca
  • Pay-per-Click (PPC) (publicidade online)
  • Social Media Marketing ou Gestão de redes sociais
  • Content Marketing ou Marketing de Conteúdo
  • Email Marketing
  • Mobile Marketing
  • Marketing Analytics

Search Engine Optimization (SEO) – otimização para motores de busca

O SEO ou search engine otimization é composto por um conjunto de ações destinadas a otimizar um website, tanto em termos técnicos (velocidade do site, etc.) como em termos de conteúdo (artigos, páginas, etc), de forma a subir posições nas SERPs (resultados dos motores de busca). Estes procedimentos de otimização de conteúdo baseiam-se em várias técnicas de SEO, desde a identificação de keywords utilizadas pelos potenciais clientes nas suas pesquisas, melhoria de conteúdos, otimizações de segurança e velocidade do site entre outras ações.

As otimizações de SEO tem como objetivo que o seu site:

  • Respeite as regras dos motores de busca (Google, bing, etc.);
  • Entregue ao leitor as respostas às perguntas tem;
  • Ofereça uma boa experiência de navegação no site;
  • Ajude o leitor a resolver o seu problema;

Uma estratégia de SEO vai permitir assim que o seu site, aos poucos, alcance as primeiras posições no Google ou Bing e atraía tráfego “gratuitamente” dos motores de busca.

Pay-per-Click (PPC – publicidade online)

Pay-per-Click (PPC) é uma estratégia de marketing digital que nos permite fazer publicidade online.

Como funciona? Utilizando uma plataforma de publicidade online, como o Google ads, podemos criar campanhas de anúncios que vão ser apresentadas nos resultados de pesquisa do Google, com base em certas keywords de interesse para o seu negócio e clientes.

Assim, os anúncios são destacados na página de resultados do Google (acima dos resultados orgânicos) o que leva a que os potenciais clientes cliquem no anúncio, que os levará para o seu site.

O custo é baseado em cada clique no nosso anúncio realizado por um utilizador.

É uma estratégia de marketing digital excelente para adquirir visitantes ao seu site, de forma rápida e com um custo relativamente baixo.

Social Media Marketing ou Gestão de redes sociais

A Gestão de Redes Sociais  (ou Social Media Marketing) tem como propósito estabelecer a sua presença numa rede social e alcançar maior visibilidade de marca.

O ideal é perceber que as redes sociais não tem como objetivo único “vender” produtos mas sim gerar valor para os seus clientes, através de uma comunicação constante com eles.

Realizar publicações constantes, de conteúdo que interessa ao seu público-alvo, vai ajudar a criar uma relação de confiança entre si e os seus clientes.

Mais, uma estratégia de redes sociais pode também ser fundamental para criar brand awareness.

As principais redes sociais para as empresas em Portugal são:

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • TikTok
  • Twitter

Sendo que, em B2C é mais comum usar-se Facebook, Instagram, Twitter e TikTok.

Em B2B, dependendo dos serviços ou produtos prestados, é comum usar-se o Facebook e LinkedIn.

Content Marketing ou Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo é a criação e otimização de conteúdos (textos, páginas, vídeos, podcasts, etc.) que tem como objetivo atrair visitantes, transmitir valor/informação ao cliente e, eventualmente converter um visitante num cliente.

Conteúdo de marketing pode ser:

  • White papers;
  • E-books;
  • Vídeos;
  • Infographics;
  • Artigos de blog;
  • Podcasts;

Em geral, marketing de conteúdo tem que acrescentar valor ao leitor. A ideia é construir um relacionamento sustentável e de confiança com leitores / clientes que potencialmente vai ajudar a criar vendas ao longo do tempo.

O marketing de conteúdo tem uma relação próxima do SEO mas também de outras áreas como email marketing ou PPC.

Se o conteúdo do seu website for bom, interessante e relevante, irá impactar positivamente nos resultados de campanhas de email marketing, publicidade online, etc., aumentando assim as conversões e reduzindo custos.

Email Marketing

Email Marketing é uma das estratégias de marketing digital “mais antigas”, mas que continua a ter resultados extraordinários. Segundo o HubSpot, é possível obter um retorno de 38$ por cada 1$ investido em email marketing.

Mas o que é email marketing?

  1. Capturar os dados da pessoa (com permissão para envio de comunicações);
  2. Começar a construir uma relação com o cliente através de envio de emails períodos;
  3. Esses emails podem ser informações sobre os seus produtos, promoções, dicas exclusivas, soluções para problemas, etc;
  4. Eventualmente o email marketing irá gerar “conversões” ou seja, vendas provenientes de pessoas que receberam os seus emails.

Nota importante: Comprar uma base de dados de email marketing não lhe traz qualquer retorno. A melhor forma de utilizar email marketing é lentamente ir adquirindo os contactos das pessoas, através de formulários / pop-ups no seu site.

Quem realmente estiver interessado vai registar-se para receber as suas comunicações.

Mobile Marketing

Mobile Marketing é uma área em crescimento. Com a crescente utilização de smartphones e adopção desta tecnologia para os mais diferentes propósitos, o Mobile Marketing nasceu para responder à necessidade de criar experiências verdadeiramente interativas, úteis e relevantes, para utilizadores de smartphones. Não se trata apenas de “criar e promover uma app”.

Mobile marketing são todas as ações de marketing digital que podemos realizar com vista a alcançar clientes através dos seus smartphones.

Isto pode incluir:

  • Tornar um website “responsivo” em formato mobile
  • Criar campanhas de SMS/ MMS
  • Otimizar as nossas campanhas de anúncios (facebook / instagram, etc) para mobile
  • Melhorar a experiência de navegação no site
  • Adaptar conteúdos para mobile,
  • Entre outras ações.

A ideia é esta: Hoje, 50% dos acessos a um site são feitos via mobile (por nossa experiência). Então, nesse sentido, é necessário garantir que todos os esforços de marketing estão bem implementados, sejam eles para “computador”, seja para um Smartphone.

Marketing Analytics

Marketing Analytics ou a “análise de dados” das várias ferramentas de marketing digital é talvez um dos factores mais diferenciadores entre marketing digital e marketing “offline”.

A quantidade de dados que é possível receber, tratar e analisar, em qualquer campanha ou ação de marketing é incrível.

Podemos analisar, numa campanha de email marketing por exemplo: quantas pessoas abriram o email, quantas é que clicaram num determinado link, quantas é que não abriram, etc.

Num site o marketing analytics vai mais longe. Usando por exemplo, o Google Analytics, podemos saber praticamente tudo o que se passa no nosso site:

  • Quantas visitas
  • Quanto tempo as pessoas passam no site ou numa determinada página
  • De onde vieram e para onde vão
  • O que fazem no site, etc

Ou seja, recorrendo a Marketing Analytics podemos:

  1. Otimizar todas as nossas campanhas em tempo real;
  2. Analisar resultados, testar novas ideias e melhorar os esforços de marketing digital;

 

Que ferramentas de Marketing Digital usar?

Uma estratégia de marketing digital pode englobar diferentes áreas e ferramentas do marketing digital:

  • Construção de sites;
  • Ferramentas de SEO;
  • Ferramentas de Marketing Digital: Otimização de conversão – CRO;
  • Ferramentas de marketing digital: Email marketing;
  • Ferramentas Marketing Digital: Monitorização da concorrência;
  • Ferramentas de redes sociais;
  • Ferramentas de Design para Marketing Digital;
  • Software de vídeo;
  • Software de edição de imagens;
  • Chatbots
  • Podcasts

Após definidos a estratégia e ações marketing digital, chega a hora de escolher as ferramentas que deverá utilizar. De seguida, listamos algumas das ferramentas mais utilizadas em cada uma das áreas do marketing digital e explicamos as suas vantagens.

Construção de sites

Atualmente, a ferramenta para desenvolvimento de sites mais utilizada no mercado é o WordPress, que permite criar websites com imensas funcionalidades. Dispõe de plugins gratuitos e pagos e dispõe de diversos templates, que lhe permitirão criar um site diferenciado das outras empresas.

Por outro lado, há algumas ferramentas para construção de sites que são intuitivas e permitem-lhe criar um site rapidamente, como o Wix e o Webnode. Para criação de projetos de e-commerce, os mais utilizados são o Prestashop (gratuito), o Shopify e o BigCommerce.

Ferramentas de SEO

O KWFinder e o Ubersuggest, permitem analisar o número de pesquisas mensais por uma certa keyword, o nível de competitividade de uma palavra e a sua facilidade em posicionar, tanto a nível pago como orgânico.

Já o Semrush é uma das ferramentas mais populares para analisar websites e blogs do ponto de vista de SEO, uma vez que permite encontrar oportunidades de link building, monitorizar a concorrência, emitir relatórios e inclui funcionalidades relativas a outras áreas do marketing digital.

O Google Analytics e algumas funcionalidades do Moz são gratuitos e permitem ver as métricas de um website, tanto a nível da autoridade do domínio, como das páginas.

Ferramentas de Marketing Digital: Otimização de conversão – CRO

O Google dispõe de algumas ferramentas gratuitas que podem contribuir para a otimização da conversão do seu website. O Google Optimize possibilita efetuar testes A/B que ajudarão a descobrir a versão da página que mais converte.

Algumas ferramentas de mapas de calor permitem descobrir as secções que despertam mais a atenção dos utilizadores, baseando-se no percurso dos seus ratos sobre o conteúdo do site. As ferramentas deste tipo mais conhecidas são o Clicktale e o Hotjar.

Ferramentas de marketing digital: Email marketing

O Mailchimp é uma das ferramentas de eleição das empresas que enviam newsletters para as suas  listas de contacto. Também permite realizar testes A/B para e-mail marketing, dispondo de mais de 100 templates e de bons relatórios de desempenho.

Outra ferramenta do tipo e totalmente nacional é o E-goi, que oferece um plano gratuito para até 5 mil contactos e permite criar além de newsletters, SMS para e-commerce, Web Push e muito mais.

Ferramentas Marketing Digital: Monitorização da concorrência

Além dos já mencionados KWFinder e do Semrush, também podemos considerar o Adplexity, em que poderá descobrir os anúncios que estão a decorrer em diferentes mercados, percebendo os que têm mais cliques e recebem mais tráfego. Assim pode encontrar a sua maneira de se diferenciar dos concorrentes.

Já o Buzzsumo permite mapear alguns conteúdos com melhor performance em tempo real e com um filtro geolocalizador, o que lhe permite perceber as forças e fraquezas do conteúdo da concorrência e prever o que poderá viralizar.

Ferramentas de redes sociais

Existem diversas ferramentas que ajudam em todas as etapas – desde escolher design das publicações, até a agendá-las e preparar relatórios para monitorizar a sua performance.

O Sprout Social permite agendar posts para diversas redes como o Facebook, o Linkedin, o Instagram e o Twitter, com pacotes cujos preços variam em função do número de perfis de redes que pretende incluir. Também através da plataforma pode elaborar relatórios de desempenho, que são mais legíveis do que os emitidos pelas próprias redes sociais.

O Swonkie, uma plataforma portuguesa, tem funcionalidades similares, mas também permite realizar atividades adicionais, como programar stories do Instagram, fazer pesquisas de influencers, monitorizar os perfis das redes sociais dos seus concorrentes, elaborar artigos de blog otimizados para SEO e muito mais.

Ainda para pesquisas de influencers e elaboração de campanhas com diversos influencers, algumas plataformas internacionais já se destacam das demais. É o caso da Indahash, que já tem grande presença no mercado dos Estados Unidos.

Ferramentas de Design para Marketing Digital

O design é uma disciplina que tem de estar presente nos diversos estágios da sua estratégia de marketing digital. Há, portanto, muitas ferramentas que ajudam tanto a criar conteúdo para os websites como para as redes sociais, de maneira rápida e sem grandes dificuldades.

Software de vídeo 

O vídeo é um dos formatos de conteúdo mais consumidos na internet, pelo que investir na produção de vídeos de qualidade é importantíssimo.

As ferramentas profissionais mais populares para a edição de vídeos são sobretudo o Adobe Premiere e o Final Cut. São ferramentas pagas e que requerem um nível de conhecimento aprofundado para as manusear.

Entre os softwares de edição de vídeo, alguns disponibilizam versões gratuitas e pagas e que recomendamos pela quantidade de efeitos e a interface intuitiva, que são sobretudo o Hitfilm Express e o Shotcut.

Software de edição de imagens

Há duas ferramentas da Adobe e que são de uso extremamente comum no quotidiano de uma agência de marketing digital. O  Adobe Photoshop e o Adobe Illustrator que, apesar de terem muitas características em comum, têm utilidades diferenciadas.

O Adobe Photoshop funciona melhor a nível do tratamento, da edição e da criação de imagens em bitmap. Já o Adobe Illustrator funciona através da criação vetorial, criando desenhos por curvas segundo equações matemáticas. Ou seja, não importa o quanto tenha de ampliar uma imagem no Adobe Illustrator, ela não perderá qualidade.

Chatbots

São inteligências artificiais que funcionam como um assistente de vendas, respondendo às perguntas dos utilizadores de forma instantânea e eficiente, já que são capazes de personalizar as respostas de acordo com o leque de perguntas abrangidas pela sua programação.

Essas automatizações servem tanto para conferir mais agilidade no atendimento da empresa, como para personalizar as respostas ao utilizador, proporcionando-lhe uma experiência mais completa. No entanto, isso não quer dizer que deva deixar tudo por conta dos chatbots: responder aos seus clientes com um toque humano e próximo fortalece o relacionamento e a interação, o que aumenta as hipóteses de conversão.

Podcasts

O podcast é um formato de conteúdo online que surgiu já há cerca de 10 anos, mas que tem crescido a olhos vistos nos últimos anos. As empresas e os influenciadores têm encontrado neste meio uma forma de entregar informação de qualidade para o seu público de forma prática.

Por exemplo, se a sua empresa já tem o hábito de gravar e disponibilizar programas em vídeo, pode simplesmente extrair o áudio e elaborar podcasts a partir do mesmo. Assim aumenta a sua audiência, abrangendo as pessoas que costumam ouvir os programas ao mesmo tempo que realizam outras tarefas do quotidiano.

O que é Marketing Digital | Estratégia de Marketing Digital | Marketing de Conteúdos | Gestão de Redes Sociais | Serviço de SEO | Publicidade Online | O que é uma Agência de Comunicação Digital | Projectos e Portfolio de Marketing Digital | Curso de SEO Online | Cursos Online de Marketing Digital | Como posicionar um site na 1ª página do Google